Kbruch – Exercitar frações
  • Descrição: trata-se de um software de exercício e prática que traz no seu bojo atividades que envolvem operações matemáticas. Essas atividades são separadas em quatro grupos: 1) operações fundamentais nas frações; 2) conversão de frações em números decimais, 3) comparação entre frações e 4) fatoração de números inteiros. Bem simples é a forma de manusear o software. O programa permite que o aluno escolha em qual dos campos acima ele executará as atividades. Após a escolha, o software apresentada  uma expressão, deixando espaço para que o aluno poste sua resposta. Caso a resposta esteja errada, o software já apresenta a correta e, além disso, expõe um quatro estatístico que representa o desempenho do aluno.
  • Dados técnicos: Kbruch, versão 3.4,  é um software executável no sistema operacional GNU/Linux. Tem sua tradução disponível em português do Brasil, e seu manual em inglês que é acessível em através do menu “Ajuda”. Caso o usuário já de disponha de um versão mais antiga do software, é possível atualizá-lo nos seguintes locais:  

  • Vantagem: um ponto positivo do software está vinculado ao uso, pois o programa mostra-se muito simples na apresentação da sua finalidade ao usuário. Além disso, o software destacou-se pela potencialidade em atrair a atenção dos alunos, apresentando com cores chamativas números e os sinais matemáticos presentes em cada expressão.  Além disso, o programa expressa, questão a questão, um quadro estatístico, que informar o desempenho do aluno.
  • Desvantagem: o programa expõe as operações sem uma contextualização, ou seja, de forma  isolada. Além disso, o aluno  tem apenas uma oportunidade de postar sua resposta. A persistência do aluno não é reforçada como uma conduta positiva. Em outras palavras, a prática de o aluno fazer novas tentativas não existe, visto que, de imediato, o programa solta a solução. Outro ponto, o software se fecha para a possibilidade do professor enriquecer o banco de questões, sendo apenas permitido a ele selecionar o nível de dificuldade.
  • Considerações: o software faz as vezes de atividades complementares a um trabalho teórico precedente realizado pelo professor. Em outras palavras, o software depende da preparação do aluno. Por ser um software de fácil manuseio, acredita-se que sua aceitação será satisfatória entre alunos e professores. Essa característica garante também que ele possa ser utilizado por alunos de faixa etário inferior a 11 anos, de forma a cobrir alunos que estejam na 3ª e 4ª séries, o que colocaria os conteúdos contemplados pelo software em conformidade com o currículo básico dessas séries.